Chuvas de verão: confira cuidados com enchentes e inundações

0
153

Apesar do calor intenso, esta época do ano também costuma registrar temporais

Considerada a estação mais quente do ano, situada entre a primavera e o outono, o verão começou oficialmente no dia 21 de dezembro. Apesar de muito esperado, por cair no período em que milhares de pessoas entram de férias, a época de calor intenso também vem acompanhada de fortes chuvas. Por isso, é preciso ficar atento às ocorrências de enchentes e inundações.

O acúmulo de lixo nos bueiros é um dos maiores motivos que prejudicam o escoamento da água na cidade. Em locais próximos a rios, mares, lagos e açudes, também há riscos de transbordamento.

No último mês, Daniel Corrêa, 31 anos, analista de sistemas, passou por uma situação de risco. Morador de Vicente Pires, bairro de Brasília, acordou no meio da madrugada com a casa já inundada, após uma forte chuva. A casa era próxima a um córrego, que transbordou e atingiu várias casas.

“Minha primeira reação foi tentar abrir a porta para sair de casa. Minha esposa pegou nosso gato e conseguimos abrir a porta. Não tomamos nenhuma precaução antecipadamente por achar que nada daquilo pudesse acontecer”, contou. Por sorte, de acordo com ele, o caseiro do local percebeu a gravidade e desligou a energia do condomínio. Na sequência, um vizinho conseguiu ligar para a Defesa Civil, que logo chegou ao local. Três casas foram condenadas.

Havia pouco mais de um mês que Daniel tinha se mudado com a esposa para o local. Hoje, ele afirma que, como precaução, tentaria conhecer melhor a região. “Se tivéssemos entendido a localização onde a casa se encontra, não teríamos mudado para lá”, pondera. Após passar pela experiência, aconselha: “não tente mexer em nada que estiver ligado. Procure um local seguro para se abrigar e, se puder, ajude o próximo”.

Confira outros cuidados importantes recomendados pela Defesa Civil:

  • Lave e desinfete os objetos que tiveram contato com a água da enchente.
  • Certifique-se junto à Defesa Civil se a sua casa não corre risco de desabar.
  • Evite voltar para casa até as águas baixarem e o caminho estar seguro. Só entre na água se for absolutamente necessário, usando botas de borracha.
  • Nunca coloque a vida em risco, mesmo que seja para salvar documentos ou objetos de valor. Acione a Defesa Civil ligando no 199 ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.
  • Depois que as águas baixarem e a Defesa Civil liberar, remova a lama e o lixo do chão, das paredes, dos móveis e dos utensílios. Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados.
  • Evite beber água ou comer alimentos que tiveram contato com a água da inundação, pois podem estar contaminados.

Alertas SMS

Alguns estados já adotam o sistema de alertas de tempestades por SMS. Em São Paulo, por exemplo, desde novembro, todos os usuários de celular cadastrados recebem uma mensagem de SMS com alertas sempre que a Defesa Civil identifica uma probabilidade de chuva severa na área que abrange o CEP indicado. Para se cadastrar, basta enviar um SMS para o número 40199, escrevendo o CEP da residência.

Fonte: noticiasaominuto