Dez policiais militares foram expulsos da PMPB em 2018; são 66 PMs excluídos desde 2011

0
309
Polícia Militar expulsou mais de 60 oficiais da corporação nos últimos oito anos — Foto: Maurício Melo/G1/Arquivo

Dez policiais militares da Paraíba foram expulsos da corporação em 2018, após envolvimento com crimes ou por mau comportamento. Segundo levantamento feito pela Corregedoria-Geral da Polícia Militar, de 2011 até o início de 2019 foram expulsos 66 policiais militares por envolvimento com crimes ou indisciplina. Somente nas duas primeiras semanas deste ano foram expulsos dois policiais militares.

O corregedor-geral da PM da Paraíba, coronel Severino do Ramo Gerônimo, explicou que além das exclusões, outros 42 processos seguem à espera de definição no Conselho de Disciplina e Justificação.

O procedimento administrativo serve para que o policial militar denunciado apresente defesa às acusações. Também é previsto recurso dentro da esfera administrativa.

“Tivemos uma pequena queda em relação a 2017. Todo direito à ampla defesa é garantido, os policiais denunciados apresentam defesas, podem recorrer das decisões, existe um trâmite para que culmine com a expulsão”, explicou o coronel Severino.

Entre as acusações, os policiais respondem por crimes comuns graves como estupro, homicídios, lesão corporal ou por infrações administrativas, relativos à função que exerce, como abuso de autoridade.

Policiais militares expulsos da Polícia Militar da Paraíba
Desde 2011 foram expulsos 66 policiais militares.

“Em comparação com outras corporações, podemos dizer que a Polícia Militar é extremamente vigilante ao comportamento dos seus membros. É trabalho da corregedoria não apenas dar prosseguimento às denúncias, mas de fiscalizar a atuação dos policiais”, explicou.

De 2011 até agora, a Polícia Militar já instaurou 82 conselhos de disciplina e justificação para avaliar a condição de permanência de oficiais e praças nas fileiras da corporação.

G1