Eduardo Bolsonaro: ‘Brasil só ganha ao retirar visto para americanos’

0
62

Segundo o filho do presidente, o país não é tão atrativo para o turismo por problemas de segurança pública e o visto é mais uma burocracia que dificulta a vinda de americanos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), defendeu a retirada de vistos para americanos. Segundo ele, o Brasil não é tão atrativo para o turismo por problemas de segurança pública e o visto é mais uma burocracia que dificulta a vinda de americanos.

“O Brasil só tem a ganhar com essa medida. A gente está, na verdade, se aproveitando e pegando os dólares dos americanos para gerar emprego no turismo”, disse ele durante a posse de deputados estaduais na Assembleia Legislativa de São Paulo.

“É só a gente fazer a seguinte pergunta: se for permitida a entrada nos EUA sem a necessidade de visto, quantos brasileiros vocês acha que entrarão e vão passar a morar ilegalmente. Agora vamos inverter a pergunta: quantos americanos vocês acham que vão entrar no Brasil e morar ilegalmente?”, completou.

Sobre o encontro do pai com o presidente dos EUA, Donald Trump, Eduardo disse que eles irão se dar bem.

“Os dois são pessoas muito carismáticas, não vão pela linha do politicamente correto, têm muitas afinidades.”

O presidente brasileiro deve se encontrar com o colega americano nesta terça (19) em Washington, durante sua visita a capital americana.

A respeito da situação na Venezuela, Eduardo descartou intervenção militar e disse ser necessário congelar o dinheiro que traficantes e terroristas venezuelanos mantêm no exterior.

“Todo mundo sabe que não se quer fazer uma medida militar, não é isso que se espera”, disse.

O Brasil é um dos mais de 50 países que reconheceram o líder opositor Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela e tanto o presidente quanto seu filho já criticaram o regime do ditador Nicolás Maduro.

Com informações da Folhapress.