Heleno fala sobre possível participação de Bolsonaro em esquema no Coaf

0
165

Para o general, ‘os participantes principais’ ainda ‘não apareceram’

general Augusto Heleno, futuro chefe do Gabinete de Segurança Institucional do governo Bolsonaro, disse em participação no programa ‘Conversa com Bial’, transmitido pela ‘TV Globo’ nessa quarta-feira (12), que o presidente eleito Jair Bolsonaro não teve participação no esquema reportado pelo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) envolvendo a família do militar.

“O presidente está isento, não teve participação. É uma quantia pequena que ele já explicou. Acredito que não vá atingi-lo”, disse sobre o depósito de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, na conta da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Para o general, “os participantes principais” ainda “não apareceram”. “Os responsáveis vão ter que assumir a culpa”, concluiu.

“Fico muito feliz que o Coaf tenha se manifestado, ele ficou em silêncio muitos anos. Tomara que ele seja mais ativo e não deixe bilhões de dólares sair do país sem ninguém saber”, opinou Heleno.

Relembre o caso

Queiroz recebeu depósitos de dinheiro em espécie em uma conta sempre após o dia de pagamento na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Ele realizava saques dias depois, caracterizando uma conta de passagem, na qual o real beneficiário do dinheiro não é o seu titular.

A suspeita é de que o policial militar fosse o responsável por recolher parte dos salários de servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro, uma prática comum no Legislativo. O senador eleito, deputado estadual há 15 anos, nega o caso.

Fonte: noticiasaominuto