Máfia não foi inventada por nigerianos, é italiana, diz Papa

0
62
© DR

Francisco rebateu crescente alarmismo da extrema direita

O papa Francisco rebateu neste sábado (6) o crescente alarmismo da extrema direita italiana com a máfia nigeriana e disse que não é preciso ter medo de migrantes.

Citando aqueles que chamam os estrangeiros de “delinquentes”, o líder da Igreja Católica afirmou: “Também há muitos [delinquentes] entre nós. A máfia não foi inventada pelos nigerianos, a máfia é um ‘valor’ nacional, é nossa, italiana”.

A declaração foi dada durante um encontro com professores e alunos do Instituto San Carlo, um dos colégios mais tradicionais de Milão. “Não tenham medo dos migrantes. Os migrantes somos nós. Jesus foi migrante”, disse.

Dois dias antes, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, havia afirmado que a máfia nigeriana representa um “perigo crescente” e deve ser “extirpada”. Outra líder de extrema direita, a deputada Giorgia Meloni, presidente do partido Irmãos da Itália (FDI), chegou a pedir o envio do Exército para combater quadrilhas de nigerianos.

“Se depender de Salvini e Meloni, a máfia nigeriana comanda Palermo e a Sicília. Classificar isso como fake news é pouco, trata-se de uma idiotice total. O inimigo número um continua sendo a Cosa Nostra”, declarou o senador de esquerda Pietro Grasso, em referência à máfia siciliana.

A Itália ainda abriga outros dois grupos mafiosos considerados por muitos até mais poderosos atualmente que a Cosa Nostra: a Camorra, de Nápoles, e a ‘ndrangheta, da Calábria. (ANSA)