Mais de 130 pessoas continuam desaparecidas após 1 mês da tragédia em Brumadinho

0
109

Nesse domingo (24), ocorreram manifestações em Brumadinho e em Belo Horizonte para homenagear os mortos.

Há um mês, o rompimento da Barragem 1 da Vale no município de Brumadinho, em Minas Gerais, deixou mais de 300 mortos. Até o momento, equipes de socorro conseguiram resgatar 176 corpos, no entanto, 134 vítimas continuam desaparecidas.

A barragem, localizada a 57 quilômetros de Belo Horizonte, rompeu-se por volta das 12h20, de sexta-feira, 25 de janeiro. Sobreviventes relatam que um mar de lama tomou conta de estradas, do rio, do povoado e, sobretudo, da área da Vale, empresa responsável pela barragem. Como era hora do almoço, muitos funcionários ficaram retidos no restaurante.

As dificuldades causadas pela lama e riscos de contaminação aliados à chuva intensa aumentaram ainda mais a tensão nas buscas por vítimas. Famílias inteiras desapareceram.

Nesse domingo (24), ocorreram manifestações em Brumadinho e em Belo Horizonte para homenagear os mortos.

Com informações de Agência Brasil