Sueca de 16 anos é indicada ao Nobel da Paz por ‘greve climática’

0
39

Greta Thunberg ganhou notoriedade ao discursar na COP24 em 2018

Aativista sueca de 16 anos, Greta Thunberg, responsável por liderar uma greve estudantil para exigir medidas conta as mudanças climáticas na Europa, foi indicada para o Prêmio Nobel da Paz de 2019.

A informação foi revelada nesta quinta-feira (14) por um dos três parlamentares noruegueses do Partido da Esquerda Socialista que lançaram a iniciativa. “Nós nomeamos Greta porque a mudança climática, se não for barrada, será a principal causa das guerras, dos conflitos e do fluxo de refugiados futuros”, afirmou o deputado Freddy Andre Oevstegaard.

Segundo os políticos, “o gigantesco movimento que Greta colocou em ação é uma contribuição muito importante para a paz”.

Com apenas 16 anos, a adolescente foi responsável por convocar uma “greve mundial” de estudantes para exigir ações mais eficazes contra as mudanças climáticas. O movimento inicialmente realizado na Suécia se estendeu por outros países europeus, inclusive Greta compareceu no mês passado em Bruxelas, onde discursou no Comitê Econômico e Social Europeu. No entanto, ela já havia ganhado notoriedade depois de realizar um pronunciamento na 24ª Conferência da ONU sobre o clima, realizado em dezembro de 2018, na Polônia. (ANSA)