União Europeia sinaliza apoio a Guaidó: ‘Ele tem legitimidade’

0
178

Partido espanhol “Podemos”, de esquerda, criticou posição do bloco

presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, demonstrou hoje (23) apoio ao deputado Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela, em oposição a Nicolás Maduro.

“Espero que toda a Europa se una para apoiar as forças democráticas da Venezuela”, afirmou o presidente do Conselho Europeu. “Diferentemente de Nicolás Maduro, a Assembleia, incluindo Juan Guaidó, tem um mandato democrático dos cidadãos venezuelanos”, postou Tusk no Twitter.

O presidente do Paramento Europeu, Antonio Tajani, também sinalizou apoio ao deputado. “Sigo com muita atenção os eventos na Venezuela. Ao contrário de Maduro, Guaidó tem legitimidade democrática. As manifestações devem ser respeitadas, assim como a liberdade de expressão de um povo que está cansado de morrer de fome e de sofrer abusos de Maduro”, escreveu.

As declarações, no entanto, já criaram debates na Europa. O partido espanhol de esquerda “Podemos” se pronunciou pedindo que a UE não apoie o que chamou de “golpe” na Venezuela. (ANSA)