Vídeo; MENINA DE UM ANO É MORTA COM VÁRIOS GOLPES DE MARRETA PELA PRÓPRIA MÃE

0
556

“A MÃE DESNATURADA QUEBROU O CRÂNIO, AS PERNAS E OS BRAÇOS DA MENININHA E AINDA ATEOU FOGO NO CORPO, UM CRIME BÁRBARO, COVARDE E BRUTAL”

AO SER PRESA A MULHER PARECIA ESTÁ POSSUÍDA

Um crime bárbaro foi registrado na manhã da última quinta-feira (21/2) em Goiânia, cidade situada a 203km de Brasília. Uma mulher é suspeita de matar a própria filha, de 1 ano e 8 meses, com golpes de marreta.

Não satisfeita, a mulher teria ateado fogo no corpo após cometer o homicídio, que aconteceu no Setor Parque Santa Rita. Identificada como Alessandra Fiuza das Neves, a mãe da criança foi presa e encaminhada para Central de Flagrantes da cidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Goiás, a corporação foi acionada por volta de 9h. A princípio, os vizinhos chamaram os socorristas para atender uma ocorrência de incêndio, por conta de uma fumaça que estava saindo da casa.

Ao chegar ao local, porém, a equipe encontrou o corpo da criança já carbonizado. A mulher e outra criança, de 12 anos, foram resgatados sem ferimentos.

O corpo da uma menina foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Goiânia para realização de exames que poderão ajudar nas investigações.

De acordo com a delegada titular da Central de Flagrantes, Caroline Paim, a Polícia Militar e a Delegacia de Homicídios compareceram ao local e detiveram a mulher em flagrante. “Ela nega ter cometido o crime e disse que estava muito confusa”, contou, ao Correio, Caroline.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Um vídeo obtido com exclusividade pela reportagem do Dia Online mostra o momento em que Alessandra Fiuza Neves, presa por ter matado a própria filha de 1 ano e 8 meses a marretadas e queimado o corpo depois, em Goiânia, aparece em um intrigante e aparente estado de surto. A mulher, que está no que parece ser uma viatura da polícia, está de pijamas e pronuncia palavras incompreensíveis e sem coerência.

Fonte: QAP24HPB – O Dia Online